O Treinamento da Quareia

Eu tive contato pela primeira vez com as ideias da Josephine McCarthy ao ouvir uma entrevista no podcast Glitch Bottle, onde ela aparece com alguma frequência — e com bom motivo, pois é uma figura divertidíssima, profundamente experiente e tem umas histórias maravilhosas. Magista e cartomante inglesa, Josephine está na ativa desde 1993, quando começou a dar…

Incorporando Cabala à sua prática: uma resenha de Sepher Yetzirah Magic

No texto de hoje vamos experimentar com um formato que ainda não exploramos aqui n’O Zigurate: a resenha de livros. E são vários os motivos pelos quais eu escolhi justo o Sepher Yetzirah Magic: Magic and Meditations derived from the first and greatest Qabalistic work, de David Rankine (Hadean Press), para inaugurar esse tipo de…

A responsabilidade individual no equilíbrio energético

Algumas semanas atrás, recebi no CuriousCat a seguinte pergunta: Oi Maíra, tudo bom? Espero que sim. Tenho uma curiosidade: estava lendo os posts sobre como melhorar a energia e tentarei seguir, mas ao mesmo tempo fiquei incomodado: como você vê essa culpabilização do indivíduo como produtor do próprio desequilíbrio energético em um mundo capitalista, recheado…

Energizando-se com o Ritual do Pilar Médio

Desde o meu primeiríssimo texto n’O Zigurate, chamado “Dicas para uma prática diária”, quando ainda nem era O Zigurate, eu venho prometendo falar do Middle Pillar Ritual, ou Pilar Médio. No contexto, essa menção era como parte do meu roteiro diário para iniciantes, que consiste em banimento, energização, atos devocionais e meditação — e o Pilar Médio…

Aterramento: o que é, como fazer e por quê?

Tem uma fábula bastante famosa de Esopo, conhecida pelo título de “O astrônomo que caiu no poço”. Como todas as fábulas do autor, ela é curtinha e vale a pena citá-la aqui na íntegra, em tradução de Heloisa Jahn a partir do inglês, na edição da Companhia das Letras: Um astrônomo gostava de fazer passeios…

Sobre os elementos  –  parte III: magia elemental

Um dos textos mágicos mais antigos, talvez o mais antigo, fora do Oriente e seu material dos Upanixades, que põe em prática a teoria dos quatro elementos e utiliza fórmulas para invocá-los, parece ser o comecinho da famosa Liturgia de Mithras, que consta nos PGM (IV. 475–829). Cito-a logo abaixo: Esta é a invocação do…

A Meditação dos Corações Gêmeos

Vou começar este texto pedindo desculpas aos leitores assíduos do site. Este texto não será nem de longe tão bom quanto os textos acadêmicos do Frater, mas prometo que vai ter paixão nele. 🙂 Eu sou a Maíra que volta e meia é citada por aqui e acredito que alguns de vocês já me conheçam…

Cristais: Quem são? Onde vivem? Do que se alimentam?

Cristais representam um problema curioso: eles são, talvez, a primeira coisa que puxa a gente para o esoterismo. São bonitos, todo mundo gosta de uma joia brilhosa, e a cultura popular está repleta de histórias, antigas e modernas, de anéis, pingentes e pedras preciosas com poderes sobrenaturais, desde as pedras Urim e Tumim, na Bíblia,…

Franz Bardon: uma introdução

A obsessão que muitos do meio esotérico têm por Aleister Crowley, eu tenho pelo ocultista tcheco František “Franz” Bardon (1909–1958). Eu não digo isso para menosprezar o Crowley — sua obra e sua contribuição para a magia ocidental do século XX são importantes, senão incontornáveis, apesar das inúmeras polêmicas, e eu aprecio demais o personagem…

Introdução à magia: escolhendo um sistema

Existem muitos sistemas mágicos. Muitos mesmo, ainda mais quando contamos as suas possíveis variações. A maioria deles, eu acredito, deve se enquadrar dentro de um dos quatro padrões, quatro grandes guarda-chuvas, que eu descrevi no último texto, seja em sua forma pura, seja como mistura. O 7 de copas no tarô, pelo menos no sistema…