Feliz solstício (e pausa para fim do ano)

Dizer que o ano de 2020 foi incrivelmente conturbado não chega nem a arranhar a superfície do tamanho do impacto que ele representou para todo mundo. É, eu sei, e isso mesmo é um clichê que ninguém mais aguenta ouvir. Mesmo agora, enquanto eu digito isto, a taxa de mortalidade da pandemia (para não falar…

A Meditação dos Corações Gêmeos

Vou começar este texto pedindo desculpas aos leitores assíduos do site. Este texto não será nem de longe tão bom quanto os textos acadêmicos do Frater, mas prometo que vai ter paixão nele. 🙂 Eu sou a Maíra que volta e meia é citada por aqui e acredito que alguns de vocês já me conheçam…

Austin Osman Spare – live e último dia de campanha

Dois meses atrás, eu anunciei aqui n’O Zigurate o projeto Arte e Magia do Caos: obras reunidas de Austin Osman Spare, encabeçado pelo SatBaghat Rogério Bettoni e a Oficina Palimpsestus. Como dito neste post anterior, o projeto, financiado coletivamente no catarse, não apenas vai publicar a obra de Spare pela primeira vez em português, como…

Magia bíblica: como usar os salmos

A magia de salmos tem muitas coisas em comum com o que já vimos antes com a magia angelical, para bem e para mal. E, inclusive, as duas estão relacionadas, como veremos mais adiante neste texto. Ambas as formas de magia fazem parte de um repertório mais tradicional, tanto da magia popular (folk magic) quanto…

A trágica história de Dr. Fausto

Eu sempre fui fascinado pela história de Fausto. Com mais idade, o que me passou a me atrair mais foi a caracterização do personagem feita por Goethe, mas tem algo nessa lenda que encontra ressonância imediata com qualquer um do mundo ocidentalizado — para alguns autores, inclusive, Fausto é quintessencialmente ocidental ou, melhor dizendo, esta sociedade é…

Então você quer invocar deuses antigos?

O neopaganismo é uma vertente muito popular entre as formas mais lado B de religião e espiritualidade, o que pode ser compreendido pelo fato simples de que existe um apelo forte em ter uma variedade de deuses para se venerar. Lon Milo Duquette, por exemplo, nos capítulo “…And that’s what invocation is all about” e…

Revoltado e com a varinha na mão: lidando com fracassos místicos

Você juntou a sua parafernália oculta, acendeu as velas, queimou incenso, cantou as palavras doidas e esperou.  E esperou.  E esperou mais um pouco.  E, no entanto, fuén: nada aconteceu. Você até pode ter sentido umas coisas ou, pior, nem isso. É uma experiência frustrante, especialmente para quem está começando, e pode ser um golpe…

Uma introdução prática à geomancia

Eu já falei da geomancia no meu texto sobre oráculos, mas na época só tive tempo de oferecer uma visão bem geral e não expliquei como é que se brinca disso. Por esse motivo, imagino que já tenha passado da hora de darmos uma olhadinha em como a coisa funciona. Não temos muito geomantes por…

A Lua, o Portal Celeste

Como toda bruxa bem sabe, a Lua é provavelmente o corpo celeste mais importante para a magia. Também é um dos mais complexos. É um senso comum das práticas mágicas — acredito que principalmente na bruxaria, mas não só, a magia de grimórios também trabalha com esse conceito — de que a Lua crescente serve para atrair coisas e…