Um hino a Ea, deus da sabedoria

Dentre todos os deuses mesopotâmicos, este é talvez o mais simpático. Seu nome é Enki entre os sumérios, literalmente “senhor” (EN) “da terra” (KI), mas é conhecido como Ea em babilônico. Eu já falei dele brevemente em meu texto sobre o panteão mesopotâmico e, assim como eu fiz com Marduk, achei que valia a pena…

Incorporando Cabala à sua prática: uma resenha de Sepher Yetzirah Magic

No texto de hoje vamos experimentar com um formato que ainda não exploramos aqui n’O Zigurate: a resenha de livros. E são vários os motivos pelos quais eu escolhi justo o Sepher Yetzirah Magic: Magic and Meditations derived from the first and greatest Qabalistic work, de David Rankine (Hadean Press), para inaugurar esse tipo de…

Magia bíblica: como usar os salmos

A magia de salmos tem muitas coisas em comum com o que já vimos antes com a magia angelical, para bem e para mal. E, inclusive, as duas estão relacionadas, como veremos mais adiante neste texto. Ambas as formas de magia fazem parte de um repertório mais tradicional, tanto da magia popular (folk magic) quanto…

Ishtar, deusa do sexo e da guerra (mas muito mais do que só isso)

No calendário judaico, que é lunissolar e começa mais ou menos em março/abril, hoje é o dia 18 de Elul, o 6º mês do ano. Acontece que a inspiração para o calendário judaico foi o babilônico, tendo sido adotado durante o período do Exílio, no século VI a.C.1, e Elul equivale a um mês com…

Uma brevíssima visão geral do panteão mesopotâmico

O chamado (neo)paganismo é um tema que tem estado bastante em voga ao longo das últimas décadas de práticas ocultas no Ocidente. Isso é um fenômeno recente — nenhum ocultista renascentista como Agrippa ou mesmo o pessoal posterior, da Golden Dawn, em sua mimaioria, apesar de sua estética egípcia, gostaria de se identificar como pagão…

Introdução à magia: escolhendo um sistema

Existem muitos sistemas mágicos. Muitos mesmo, ainda mais quando contamos as suas possíveis variações. A maioria deles, eu acredito, deve se enquadrar dentro de um dos quatro padrões, quatro grandes guarda-chuvas, que eu descrevi no último texto, seja em sua forma pura, seja como mistura. O 7 de copas no tarô, pelo menos no sistema…