A tabela dos 72 anjos

O que seria do ocultismo ocidental sem seus tabelões, não é mesmo? A tendência de botar tudo em planilhas pode ser um hábito ruim, quando vira um fim em si mesmo e estimula o hábito de obsessivamente taxonomizar e encaixar tudo que existe na realidade em categorias fechadinhas e definitivas (uma tendência que a gente…

Os quadradinhos mágicos dos quatro elementos

Esta foi uma descoberta que eu fiz recentemente — ou uma surpresa que eu tive, melhor dizendo — , enquanto ouvia a uma palestra no YouTube, “Magic and the Occult in Islam: Ahmad al-Buni and his Shams al-Marif”, ministrada pelo prof. Saiyad Nizamuddin Ahmad no Warburg Institute em 2013 (link aqui). O assunto da palestra é autoexplicativo: o Prof….

Conjurando os anjos cabalísticos

No mês retrasado, eu falei um pouco sobre os 72 anjos do Shem HaMephorash ou Shem Vayisa Vayiet, também conhecidos como anjos cabalísticos. Vimos como os 72 nomes triliterais de Deus são constituídos a partir de 3 versículos do livro do Êxodo e como, somados às fórmulas divinas Yah e El, nas tradições do ocultismo…

Os 72 anjos cabalísticos

Os 72 anjos do Shem HaMephorash, também conhecidos como os “anjos cabalísticos”, constam entre as figuras angelicais mais populares no ocultismo, perdendo apenas para o Big 4 celestial (Rafael, Miguel, Gabriel e Uriel) e talvez os anjos das 10 sefiroth. O primeiro deles se chama Vehuiah, o segundo Yeliel, o terceiro Sitael, e assim por…

Um roteiro para rituais no estilo Golden Dawn

Partindo de uma perspectiva pragmática, uma das grandes vantagens dos rituais do currículo da Golden Dawn é que eles são modulares e versáteis: as diferenças entre as várias formas de um mesmo ritual costumam ser as formas desenhadas no ar, os nomes divinos entoados, as cores visualizadas. Com um domínio razoável das suas tabelas, fica…