Revoltado e com a varinha na mão: lidando com fracassos místicos

Você juntou a sua parafernália oculta, acendeu as velas, queimou incenso, cantou as palavras doidas e esperou.  E esperou.  E esperou mais um pouco.  E, no entanto, fuén: nada aconteceu. Você até pode ter sentido umas coisas ou, pior, nem isso. É uma experiência frustrante, especialmente para quem está começando, e pode ser um golpe…

A magia e suas representações na ficção

Alguns amigos já me pediram para escrever sobre questões de magia e literatura (minha área de formação, afinal) e, bem, o tema que eu vou abordar hoje já me veio à tona em alguns momentos antes e imagino que possa interessar mais pessoas, tanto praticantes de magia quanto curiosos. A experiência de escrever este texto…