Espiritualidade corporativa e a “magia das elites”

Há duas coisas que me motivaram a redigir este texto. A primeira foi uma polêmica nas redes sociais causada por conta de uma certa arroba famosa – cuja identidade não vale a pena registrar, mas basta dizer que tem o mesmo sobrenome que o arquipicareta que se diz filósofo e é guru do desgoverno –…