Anjos, demônios e invocações planetárias na Hygromanteia

Caso não tenha ficado evidente já pelo tanto que eu falo do assunto, eu gosto muito de textos mágicos antigos. O Picatrix, os Papiros Mágicos Gregos, o Sepher HaRazim… mesmo quando não encontramos material diretamente praticável neles, sempre tem algo interessante para se aprender quanto a técnicas, simbologia ou, pelo menos, uns nomes e preces…

Franz Bardon: uma introdução

A obsessão que muitos do meio esotérico têm por Aleister Crowley, eu tenho pelo ocultista tcheco František “Franz” Bardon (1909–1958). Eu não digo isso para menosprezar o Crowley — sua obra e sua contribuição para a magia ocidental do século XX são importantes, senão incontornáveis, apesar das inúmeras polêmicas, e eu aprecio demais o personagem…

Introdução à magia: escolhendo um sistema

Existem muitos sistemas mágicos. Muitos mesmo, ainda mais quando contamos as suas possíveis variações. A maioria deles, eu acredito, deve se enquadrar dentro de um dos quatro padrões, quatro grandes guarda-chuvas, que eu descrevi no último texto, seja em sua forma pura, seja como mistura. O 7 de copas no tarô, pelo menos no sistema…

As funções da parafernália mística

Todo mundo curte uma quinquilharia, uns badulaques, uns penduricalhos. Numa notícia muito interessante do ano passado, arqueólogos descobriram um kit de ferramentas mágicas de uma possível feiticeira de Pompeia, incluindo amuletos, cristais e uma imagem do deus Dioniso. Dos trajes elaboradíssimos e tambores dos xamãs aos caldeirões de bruxas e artefatos do mago cerimonial, é…