Primeiros passos com o tarô

Então você decidiu que vai aprender tarô. Ótimo! Mesmo que você não pretenda atender profissionalmente em algum momento do futuro, todo mundo pode se beneficiar do domínio de um método divinatório, especialmente se já pratica magia. É uma mão na roda ter uma ferramenta assim para se comunicar com forças incorpóreas e avaliar se uma…

Lendo a Bíblia: como surge o monoteísmo

Alguns autores como Jean Bottéro trabalham com uma distinção entre dois tipos de religião: as religiões mais orgânicas, tradicionais ou populares, cuja origem não é possível identificar em um único indivíduo, e as religiões históricas, atribuídas a uma profeta específico, que promulga um livro sagrado onde estão codificadas as principais doutrinas. O zoroastrismo com a…

Um hino a Ea, deus da sabedoria

Dentre todos os deuses mesopotâmicos, este é talvez o mais simpático. Seu nome é Enki entre os sumérios, literalmente “senhor” (EN) “da terra” (KI), mas é conhecido como Ea em babilônico. Eu já falei dele brevemente em meu texto sobre o panteão mesopotâmico e, assim como eu fiz com Marduk, achei que valia a pena…

O Treinamento da Quareia

Eu tive contato pela primeira vez com as ideias da Josephine McCarthy ao ouvir uma entrevista no podcast Glitch Bottle, onde ela aparece com alguma frequência — e com bom motivo, pois é uma figura divertidíssima, com um grande senso de humor, profundamente experiente e tem umas histórias maravilhosas. Mais recentemente, em Unweaving Magical Patterns & Thinking…

A substituição de componentes mágicos

Quem acompanha O Zigurate há algum tempo já reparou que muito raramente eu passo alguma receita pronta de magia prática. Via de regra, eu prefiro falar das coisas em linhas gerais e oferecer material para que cada um possa construir seus rituais com base naquilo que já pratica. Para quem ainda não faz nada, dá…

Os dias da semana e as horas astrológicas

O assunto de hoje é um tema que eu já abordo em meus cursos de magia astrológica, mas que também é interessante para além de suas aplicações práticas, sobretudo para quem tem curiosidade sobre a formação da nossa semana de sete dias, que é o padrão no mundo ocidental. Diferente de outros ciclos, como o…

Incorporando Cabala à sua prática: uma resenha de Sepher Yetzirah Magic

No texto de hoje vamos experimentar com um formato que ainda não exploramos aqui n’O Zigurate: a resenha de livros. E são vários os motivos pelos quais eu escolhi justo o Sepher Yetzirah Magic: Magic and Meditations derived from the first and greatest Qabalistic work, de David Rankine (Hadean Press), para inaugurar esse tipo de…

Energizando-se com o Ritual do Pilar Médio

Desde o meu primeiríssimo texto n’O Zigurate, chamado “Dicas para uma prática diária”, quando ainda nem era O Zigurate, eu venho prometendo falar do Middle Pillar Ritual, ou Pilar Médio. No contexto, essa menção era como parte do meu roteiro diário para iniciantes, que consiste em banimento, energização, atos devocionais e meditação — e o Pilar Médio…

Amarração e magia amorosa

Feitiços amorosos constam, historicamente, dentre os mais antigos e populares de que temos notícia. Eu arriscaria dizer que, ao lado das fórmulas para destruir inimigos e para conquistar riqueza, influência e poder, juntas estas funções compõem, fácil fácil, o top 3 dos feitiços mais procurados de todos os tempos. É o que observamos já no…

Um hino ao deus Marduk

Aproveitando o ensejo da aproximação do Akitu, o Ano Novo Babilônico, eu gostaria de compartilhar com vocês este material original dos cultos mesopotâmicos da antiguidade. Trata-se de um hino a Marduk — o principal deus celebrado no Ano Novo — chamado de shu-illa, uma “prece do erguer das mãos”, que era realizada pelo rei, em…