O crucial da proteção espiritual (não é o que você espera)

Uma vantagem psicológica do ceticismo é não acreditar em espíritos malignos ou parasíticos, nem em ataques espirituais. Trata-se, vale frisar, de uma vantagem puramente psicológica, no entanto – ela não protege ninguém de nada, nem se sustenta de forma alguma a longo prazo, mas permite alguma tranquilidade temporária, pelo menos até algo inexplicável acontecer e…

Nove fórmulas para magia babilônica

Qualquer livro sobre magia cerimonial vai incluir uma série de fórmulas em grego, latim e hebraico. Hekas hekas bebeloi, procul este profani, amen. Essas fórmulas dão um colorido a mais ao ritual, mas mais do que isso apontam para as fontes das quais essas tradições bebem (embora com frequência o domínio de ocultistas de línguas…

A tabela dos 72 anjos

O que seria do ocultismo ocidental sem seus tabelões, não é mesmo? A tendência de botar tudo em planilhas pode ser um hábito ruim, quando vira um fim em si mesmo e estimula o hábito de obsessivamente taxonomizar e encaixar tudo que existe na realidade em categorias fechadinhas e definitivas (uma tendência que a gente…

Um hino a Sîn, deus da Lua

A gente, por inúmeros motivos, tem uma tendência tão grande de instintivamente associar a Lua ao feminino que talvez seja surpreendente descobrir que os povos do Antigo Oriente Próximo tinham divindades lunares masculinas. No Levante, no panteão cananeu, ele se chamava Yarikh (uma das palavras para Lua em hebraico é o cognato yerah ou yareach,…

Os quadradinhos mágicos dos quatro elementos

Esta foi uma descoberta que eu fiz recentemente — ou uma surpresa que eu tive, melhor dizendo — , enquanto ouvia a uma palestra no YouTube, “Magic and the Occult in Islam: Ahmad al-Buni and his Shams al-Marif”, ministrada pelo prof. Saiyad Nizamuddin Ahmad no Warburg Institute em 2013 (link aqui). O assunto da palestra é autoexplicativo: o Prof….

Conjurando os anjos cabalísticos

No mês retrasado, eu falei um pouco sobre os 72 anjos do Shem HaMephorash ou Shem Vayisa Vayiet, também conhecidos como anjos cabalísticos. Vimos como os 72 nomes triliterais de Deus são constituídos a partir de 3 versículos do livro do Êxodo e como, somados às fórmulas divinas Yah e El, nas tradições do ocultismo…

É hora de aproveitar as energias de Júpiter e Saturno!

(Este post foi publicado originalmente no dia 14 de outubro de 2021. Como estamos falando de um trânsito astrológico, é óbvio que ele não é válido indefinidamente, por isso o texto foi atualizado depois. A atualização consta lá embaixo, no fim da página.) A base da magia astrológica, de um modo geral, é aproveitar os…

Um hino real a Ishtar

A grande deusa conhecida como Ishtar entre os babilônios e Inana entre os sumérios é, de longe, a divindade mais popular do panteão mesopotâmico. Talvez não por acaso, o texto dedicado a ela publicado aqui no ano passado, “Ishtar, deusa do sexo e da guerra (mas muito mais do que só isso)”, seja o segundo…

Sete mantras do budismo tibetano

“Mantra” é uma palavra em sânscrito que significa algo como “instrumento do pensamento”. O sânscrito é uma língua indo-europeia, o que significa que tem as mesmas origens e partilha de diversas características de outras línguas com as quais nós temos alguma familiaridade, como o grego, o latim e seus descendentes – foram essas características, aliás,…

O que NÃO fazer em sua consulta com cartomantes

Pois, então, eis que você marcou uma consulta com alguém para tirar tarô para você — ao longo deste texto, eu estou pensando mais especificamente no tarô, mas os princípios gerais se aplicam para quem trabalha com cartomancia usando o Lenormand também ou ainda runas, geomancia e o que mais for[1]. Se você está procurando um oraculista,…