O crucial da proteção espiritual (não é o que você espera)

Uma vantagem psicológica do ceticismo é não acreditar em espíritos malignos ou parasíticos, nem em ataques espirituais. Trata-se, vale frisar, de uma vantagem puramente psicológica, no entanto – ela não protege ninguém de nada, nem se sustenta de forma alguma a longo prazo, mas permite alguma tranquilidade temporária, pelo menos até algo inexplicável acontecer e…

Uma introdução aos decanos

Minha obsessão mais recente nos estudos de ocultismo tem sido o tema dos decanos, as 36 divisões do zodíaco. Já vimos um pouco disso em alguns textos que saíram aqui no site, mas um grande amigo me fez o favor inestimável de me emprestar o livro 36 Faces: The History, Astrology and Magic of the…

O que é bom saber antes de fazer “trabalho de sombras”

Para bem ou para mal, a noção de “trabalho com sombras” ou “trabalho de sombras” se tornou moda, especialmente no meio esotérico. Tem artigos sobre isso até em sites como o infame Goop e o da revista Cosmopolitan (!!!). Este último, aliás, descreve o processo como “the magickal tool that every esoteric bad bitch needs…

Avaliando sinais: a médio e longo prazo

Há algumas semanas eu publiquei um texto chamado Avaliando Sinais, que falava da importância de prestar atenção no que está acontecendo quando você realiza alguma prática mágica, mais especificamente no que acontece enquanto você faz as coisas. E também tinha algumas dicas gerais sobre como lidar com essas percepções, visões e tudo o mais. O…

Avaliando sinais

Eu pensei em dar a este texto o título “Como saber que algo está acontecendo de verdade e não é só coisa da sua cabeça?”, mas achei melhor ser mais conciso. Esse é um problema que afeta muita gente que está começando, ainda mais quando se pratica sozinho. Quando você aprende magia com outras pessoas,…

A substituição de componentes mágicos

Quem acompanha O Zigurate há algum tempo já reparou que muito raramente eu passo alguma receita pronta de magia prática. Via de regra, eu prefiro falar das coisas em linhas gerais e oferecer material para que cada um possa construir seus rituais com base naquilo que já pratica. Para quem ainda não faz nada, dá…

O papel da crença na magia

Para começarmos já sem meias palavras: “crença” é um termo infeliz, como quero demonstrar neste texto. Apesar disso, é um termo que insiste em volta e meia aparecer nas discussões esotéricas, por motivos que, como veremos, parecem um tanto equivocados — pelo menos, da forma como eu vejo. Eu sei que talvez isso incomode algumas pessoas e…

A responsabilidade individual no equilíbrio energético

Algumas semanas atrás, recebi no CuriousCat a seguinte pergunta: Oi Maíra, tudo bom? Espero que sim. Tenho uma curiosidade: estava lendo os posts sobre como melhorar a energia e tentarei seguir, mas ao mesmo tempo fiquei incomodado: como você vê essa culpabilização do indivíduo como produtor do próprio desequilíbrio energético em um mundo capitalista, recheado…

Os sete corpos do ser humano na astrologia hermética

O hermetismo fornece uma ótima base para uma teoria mágica da aplicação dos poderes dos planetas na magia astrológica. A primeira vez que eu tive contato com isso foi ao ler o clássico contemporâneo Seven Spheres, de Rufus Opus, um grimório de magia astrológica que envolve trabalhar com os sete arcanjos dos planetas num processo…

Energizando-se com o Ritual do Pilar Médio

Desde o meu primeiríssimo texto n’O Zigurate, chamado “Dicas para uma prática diária”, quando ainda nem era O Zigurate, eu venho prometendo falar do Middle Pillar Ritual, ou Pilar Médio. No contexto, essa menção era como parte do meu roteiro diário para iniciantes, que consiste em banimento, energização, atos devocionais e meditação — e o Pilar Médio…